Devo criar uma app para iPhone ou Android?

Escrito por Segunda-feira 22 Junho 2015

Devo criar uma app para iPhone ou Android?
Embora a subscrição da GoodBarber inclua ambas as versões (iOS e Android) sem nenhum custo extra, por vezes, os construtores de aplicativos colocam-se na posição de impor ao user a necessidade de escolher entre publicar na App Store ou Google Play. Isto pode levar a constragimentos orçamentais, restrições de tempo, escolha de objetivos na aquisição de audiência, mudanças estratégicas de negócio, etc.

Como tal, se tiveres que decidir entre publicar na App Store e Google Play, quais os prós e contras de cada uma das lojas? Aqui fica um breve resumo das vantagens de cada plataforma, independentemente do tipo de apps que tenhas a teu cargo.

 

Restrições Orçamentais

Infelizmente, não existe a possibilidade de publicar a app gratuitamente, tanto na Apple como no Google Play, ambas as lojas requerem a compra de uma subscrição no momento da criação da conta todavia, as lojas não são iguais em termos orçamentais. 

Muitas pessoas não ficam propriamente satisfeitas quando a Apple lhes cobra 99 Dólares como fee anual para enviar e fazer a manutenção da app na App Store. Se tens limites orçamentais, podes sempre publicar no Google Play que te cobra 25 Dólares pela tua inscrição.

 

Pretendes monetizar o teu App?

Embora seja dispendioso financiar um app iOS, se pretendes tirar proveito das opções de monetização, podes fazê-lo e ganhar um lucro extra. 

Se estás a ponderar ativar a publicidade na tua app, lembra-te que de acordo com os relatórios de 2014 das receitas mobile, os dispositivos iOS foram claramente os vencedores em termos de monetização. Os users iOS têm uma taxa de clique superior do que Android e por isso, a receita dos publishers aumenta, facto que pode ser muito vantajoso para a indústria do m-commerce.

Outra questão relevante é se a tua app é gratuita ou não nas lojas online. Quando publicas a tua app na Apple, podes escolher se queres que a tua app seja gratuita ou não ou, mudar o fee posteriormente. Contudo, quando publicas no Google Play, esta decisão tem de ser tomada na fase inicial de publicação uma vez que não podes aplicar o fee posteriormente - neste caso terias que submeter uma nova app para a loja Google.

Em qualquer um dos casos, as estatísticas mostram que os users de iPhone são mais propensos a comprar um app pago do que os users Android, como tal, se o teu app é pago, podes ter mais espaço para angariar maior número de users e receitas na App Store. 

Tempo limitado

Se a tua app precisa de ser publicada o mais rapidamente possível, toma nota das principais diferenças de ambas as plataformas e requisitos/tempo de validação para a publicação.

Em boa verdade, é muito mais rápido e menos trabalhoso publicar no Google Play do que no App Store. Depois de passar pelo processo de geração do app e chegar ao processo de publicação no Google play, irás ver que o mesmo estará disponível umas horas depois de clicar no botão "Publicar".

Se quiseres publicar a tua app na loja da Apple, existem passos extra requeridos para que a equipa da Apple possa rever a tua app. Assim que enviares a tua app para aprovação, podes aguardar feedback entre 7 a 20 dias. Assumindo que a tua app é aceite, será disponibilizada ao público mas todos sabemos que isto nunca é garantido. Existem muitos conselhos e dicas de como evitar a rejeição da tua app na App Store, como tal, se seguires estas guidelines, estarás seguro. Lembra-te ainda que determinadas atualizações nas lojas online podem requerer um novo envio da tua app para a loja (outra vez o mesmo período de espera), como tal, o tempo não está a teu favor quando se trata de enviar a app iOS para a loja Apple.

Mas atenção, não te queremos desencorajar a enviar a tua App para a App Store  uma vez que é muito benéfico e vale a pena o esforço extra, mas se precisares de um app para ser publicado amanha, a loja Google é o caminho mais adequado. 

 

Como é a tua audiência?

Assim como tu tens um target para a tua app, a Apple e o Google também! Aparentemente, a Apple tende a direccionar as suas apps para os territórios mais ricos, como é o caso dos EUA e Europa Ocidental enquanto que Android, tendo como objetivo tornar-se mais acessível, foca-se nos países com poder económico mais baixo dominando as quotas de mercado no Continente Asiático, Africano e algumas regiões da América do Sul. Android atinge por isso, um maior número de users do que Apple devido à diferença da sua estratégia de negócio.

Além das diferenças geográficas, os users Android e iPhone tendem a ser categorizados de forma diferente. Android tem identificado como público-alvo users do género masculino bem como mais pessoas orientadas para a tecnologia. Isto pode ser relevante para o tipo de conteúdo que pretendes oferecer.

Dependendo da demografia dos teus clientes, uma plataforma pode ser rentável se investires adequadamente nela, como tal, alguma pesquisa sobre o que deves fazer para impactar maior número de usuários pode ser-te bastante útil. 

Quem ganha?

Não existe uma plataforma melhor ou pior que a outra e este post não pretende ser depreciativo em relação as ambas as plataformas - se tiveres os recursos apropriados, faz sentido publicar em ambas as lojas para que a tua app chegue ao maior número de users possível. 

 
Taduzido por Catarina Crespo



Insira seu endereço de e-mail