Regras de ouro para uma App sobre Alimentos e Receitas

Escrito por Sexta-feira 13 Junho 2014

Regras de ouro para uma App sobre Alimentos e Receitas
Quem poderia escrever um artigo como este, senão a Arianna a chef da GoodBarber?!

Eu lembro-me de estar na cozinha há cerca de quatro anos atrás, cercada por panelas e frigideiras com o meu pequeno livro de receitas, que era passado de geração em geração na minha família, sempre presente quando nos juntávamos, quer fosse uma festa, um jantar ou aniversário. Quem diria que este pequeno livro seria um prelúdio para um fenómeno em massa, o Food Blogging.
Quando me tornei vegetariana, a minha coleção de receitas já não era suficiente, uma vez que estava recheada de molhos de carne, presunto e bifes. Mas seguindo as tradições das minhas origens mediterrâneas, eu comecei a comer apenas saladas, até que, num ato de desespero eu comecei a procurar inspiração pela web.

Nos últimos 4 anos, as coisas mudaram muito.
Era uma vez, a web, que era algo exclusivo e as receitas que conseguias encontrar eram na sua maioria alta cozinha, muito difícil e complicado para o dia-a-dia da cozinha. Mas tudo mudou! E não apenas a web, mas também as apps móveis têm algo a oferecer a todos. Descobrir receitas de países do outro lado do mundo, ou ideias fáceis e originais, para que tires o máximo partido do que tens no frigorífico, nunca foi tão fácil e rápido.

Criar um blog de alimentos agora é muito diferente do que era há 3 ou 4 anos atrás. A competitividade é grande e já não basta segmentares a tua audiência ao escolher um pequeno nicho. Se já tens um blog, o meu conselho é que completes a tua oferta com uma app que seja complementar ao teu site. Isto permitirá que aumentes o tráfego e a tua audiência, de forma a que sejas mais competitivo aos olhos de potenciais patrocinadores e investidores. Se esta é uma aventura que estás a iniciar, talvez a melhor escolha seja ires diretamente para a versão móvel, evitando a guerra interminável entre os gigantes da cozinha virtual. Vamos descobrir porquê!

Olho maior que a barriga

Por trás de cada Food Blog famoso há sempre uma boa câmera e um grande fotógrafo. Isto é óbvio, pois como sabes a comida conquista sempre primeiro os olhos antes do estômago. Para venderes uma boa receita, é preciso apresentares o prato da melhor forma aos teus leitores. Se estou à procura de receitas de beringela à parmigiana, eu não vou ler todas as receitas que me aparecem! É a imagem que me vai convencer. A receita em si mesma, geralmente é última coisa que as pessoas vêem quando visitam o teu blog.

Uma app, permite que coloques o ênfase nas tuas fotos, quer seja na apresentação dos teus artigos ou nas galerias de fotos. Uma vez que convenceste o olhar dos teus leitores, o jogo terminou ;)

Uma app para poupar tempo

Há uns meses atrás eu estava a falar com uma food blogger Chiara Maci, que me disse que ela costumava publicar os posts todos os dias às 6 horas da manhã, porque os leitores tinham de escrever uma lista de compras baseado nas receitas dela. Isto aconteceu-me diversas vezes. Eu pesquiso na web uma receita rápida para se fazer, mas depois tenho de dispensar tempo a escrever a lista de compras, ou pior, parar na mercearia na vã tentativa de descobrir a receita online para ver os ingredientes.

Uma app permite que forneças as tuas receitas aos teus leitores e dá-lhes livre acesso, onde quer que eles estejam e quer tenham internet ou não, dado que o conteúdo estará disponível offline, se usares as apps GoodBarber. Além disso, podes guardar as receitas que quiseres como favoritas, de forma a facilitar a procura de futuro. 

Spam não, só "Nham"

Sempre que encontro um blog sobre comida interessante, eu assino o feed e depois eles entopem a minha caixa de entrada com spam de updates, publicações e receitas que não posso comer ou que simplesmente não me interessam. No final, eu apenas cancelo a minha inscrição e esqueço o blog. Com uma app, tudo isto é facilmente evitável. Primeiro de tudo, apps oferecem notificações push como a principal ferramenta de comunicação, o que é menos intrusivo, mais rápido e eficaz - além de não ser esquecido. Mesmo se quiserem desativar as tuas notificações push, a tua app permanece no dispositivo móvel pronta a ser consultada a qualquer momento :)

Sem...?! Nunca mais!

Pode parecer banal dizer isto agora, mas nunca deverias deixar a opção da app de lado.
Menos trivial é esta lista de coisas que não deveriam faltar da tua app sobre comidas:

- Sobre ti: O utilizador quer saber que está por detrás do fogão, eles querem confiar em ti! Acima de tudo, comida significa casa e se fores capaz de gerir bem podes criar uma ligação a longo prazo com os teus leitores.

- Secção dedicada a receitas: eu sugiro, como referi anteriormente, que coloques as tuas fotos em destaque, selecionando um template do tipo Minimal, disponível na GoodBarber. E mais, não esqueças de ativar o motor de pesquisa, de forma a ajudar os teus utilizadores a escolher entre as tuas ideias criativas.

- Organiza por categorias: Aqui depende apenas de ti! Para facilitar e melhorar a experiência de utilizador, eu recomendo que cries uma divisão lógica entre aperitivos, cursos principais, guarnições e sobremesas; podes tanto criar diferentes secções ou usar filtros, se for permitido pela tua fonte de conteúdo.

- Vídeo e Imagens: Reforçando o conceito que deves agradar aos olhos, é essencial que cries pelo menos uma seção de imagens e se tiveres, um canal de YouTube, com todos os teus vídeos a cozinhar as receitas e tutoriais.

- Utilidades: E por fim, uma secção Favoritos e uma de Envio. A secção de Favoritos vai permitir que os utilizadores guardem as receitas que eles mais gostam e encontrá-las mais facilmente. A secção Envio vai permitir que eles enviem as suas contribuições, receitas e feedbacks. E não esquecer de ativar os comentários e opções de partilha; que irão ajudar-te a aumentar o tráfego e obter novos utilizadores.

E assim deixo-vos com alguns exemplos de Beautiful Food Apps criadas com a GoodBarber. Bom apetite!

Cose Fatte in Casa

Miam Nutella

Geek and Food



Insira seu endereço de e-mail