A forma correta (e incorreta) de usar as Notificações Push

Escrito por Quarta-feira 11 Junho 2014

Tal como qualquer outra inovação, é imperativo entender o que há de especial nas mensagens push, de forma a tirar o máximo partido delas. Num primeiro contacto parece não haver nada de especial nas push, afinal de contas é apenas um texto, não é mesmo?! Contudo, se não tivermos a noção das particularidades das mensagens push, não apenas corremos o risco de perder o seu potencial, e em alguns casos até pode mesmo provocar estragos.

Não abuses da sorte (Don't Push your luck).

Alguma vez desinstalaste uma app porque as notificações push eram irritantes e não conseguiste perceber como desativá-las? Se sim, então não estás sozinho! Ao contrário dos textos e emails, mensagens push não estão ligadas a um endereço específico - elas estão ligadas a uma app instalada no telefone. Ser demasiado agressivo é prejudicial e os utilizadores podem se sentir saturados. A chave para usar notificações push é assegurares-te que as notificações push são desejadas pelo teu público. É importante perceber que os smartphones são uma ferramenta essencial nos dias de hoje, o que por outro lado faz com que as mensagens indesejadas sejam intrusivas.

Se forem usadas corretamente, todavia, as notificações push podem ser um valioso recurso, porque elas têm uma série de funções únicas que outros métodos de envolver a audiência, não possuem. Em primeiro lugar, quem instalou a tua app em primeira instância é alguém interessado no que tens a dizer - não é alguém que acidentalmente deu o seu número de telefone. Ao contrário de emails e mensagens de texto, as notificações push não entopem as caixas de entrada, então de facto elas têm um potencial de ser menos irritantes. Também, não existe a possibilidade delas acidentalmente serem filtradas como spam. E por último, não necessitas de pedir um endereço de email ou número de telefone para poderes enviar uma mensagem push.

Isto é apenas uma nota breve de alguns pontos a ter em conta aquando da utilização de mensagens push - mas então qual será a forma correta de usá-las?

Usar as push para potencializar o teu negócio

É claro que o conteúdo das tuas mensagens irão depender em grande parte da tua app. Contudo, independentemente de teres criado uma app para uma empresa ou para a tua equipa de futebol, deverás guardar esta regra de ouro: Sê específico! A tua loja oferece um bom serviço? Os teus clientes sabem disso; eles não necessitam de ser relembrados disso. Lembra-te, que não estás a adquirir novos clientes! Aquele produto que toda a gente estava à espera acabou de chegar? Usa a push! O conteúdo das tuas mensagens deve estar estruturado de forma a que as pessoas queiram esse conteúdo, e não simplesmente para que as pessoas as aceitem mesmo contrariadas. Uma boa forma de fazer isto é conectá-las a um interessante (e por vezes único para a app) conteúdo, um vídeo, por exemplo, ou uma oferta promocional obtida apenas de forma online.

Com as notificações push podes também ligar diretamente à tua app, não sendo necessário que os teus utilizadores abram um email antes para clicar num link. E ainda outra vantagem, é que a GoodBarber permite-te definir o teu som e personalizá-lo, de forma a que seja distinto dos emails e mensagens de texto, permitindo que atraias a atenção dos teus utilizadores. O ponto positivo é que os utilizadores saberão de onde é a mensagem e podem escolher não parar o que estão a fazer, ao invés de se sentirem frustrados por serem interrompidos.

A função de geolocalização GoodBarber também permite que envies mensagem que seja relevante, apenas para os teus utilizadores dependendo da localização em que se encontram. Desta forma não incomodas as pessoas com mensagens que não são relevantes, de acordo com a localização em que se encontram. Também lembra-te de coisas básicas como, a hora do dia em que enviarás a mensagem - a GoodBarber permite-te fazer esta seleção mesmo para utilizadores que vivam em fusos-horários diferentes, graças à opção de Hora Local. Deves também estar atento ao feedback que estás a ter das tuas mensagens. Quantos utilizadores abrem a app após receber a mensagem? As pessoas estão a responder positivamente aos produtos e serviços que estás a promover? Estes são parâmetros a ter em conta, de forma a que constantemente possas afinar a frequência, conteúdo e horário das tuas mensagens.

Até agora falámos principalmente sobre a utilização de mensagens push num contexto de marketing, mas nem todos pretendem criar uma app para um contexto de negócio. Então como é que se aplica a ti se pretendes uma app para a tua equipa de futebol?

Push para todos

Mesmo se a tua app não é de um empresa, é útil pensar em mensagens push da mesma forma. Para que tipo de informação elas são o melhor meio? Por exemplo, podes não querer enviar informação que os teus utilizadores vão querer aceder, tal como um endereço e um horário de reunião. Por outro lado, uma ótima forma de usar as mensagens push é conectá-las a um vídeo do grande jogo do fim-de-semana que acabaste de enviar para a tua app. Faz a seguinte questão para ti mesmo: "O que é que o meu público quer saber, sem acumular pó na caixa de entrada?".

Outra das fantásticas funções da GoodBarber é a possibilidade de enviar mensagens push de acordo com a frequência com a qual os teus utilizadores navegam pela app. Por exemplo, podes enviar a mensagem apenas aos que não abriram a app há uma semana ou um mês, apenas como uma forma de lembrete...podes ainda limitar as tuas notificações ao iPhone ou Android apenas.

Diz "Obrigado" aos teus utilizadores ao respeitá-los!

Em suma, a essência de boas push podem ser sintetizadas em dois princípios básicos: sê específico, e não irritante. Com estes dois pontos essenciais em mente, quando envias notificações push, irás longe em assegurares-te que tiras o máximo partido desta ferramenta poderosa, e sem dúvida que verás os resultados em termos de taxa de utilização e taxa de retenção.

Claro que, gostaríamos de ouvir sobre a tua experiência em relação às notificações push!
O que elas permitiram que tu alcançasses?



Insira seu endereço de e-mail