Criar um PWA ou um app Nativo?

Escrito por Sexta-feira 18 Maio 2018

Criar um PWA ou um app Nativo?
Você provavelmente notou que a indústria mobile está a direcionar-se para os PWA e pode também ter ficado com a impressão de que a tecnologia nativa está a ser deixada para trás. Enquanto que isto é verdade até certo grau, ainda há uma quantidade de prós inegáveis para o lado nativo que os PWA não podem oferecer e vice-versa. Se estiver a hesitar entre fazer um app nativo ou um PWA, este artigo foi feito para evidenciar claramente as maiores diferenças entre os dois, de forma a auxiliá-lo a fazer uma decisão informada.

Funcionalidade em iOS - 1 ponto para Nativo

Os PWA funcionam em iOS? Sim, funcionam, mas infelizmente a sua funcionalidade potencial não é suportada a 100% como é em Android. A mudança recente da Apple de suportar Service Workers em Safari é uma melhoria ótima que abriu portas para várias funcionalidades que não estavam disponíveis no passado, como a habilidade de trabalhar offline. Algo importante que ainda falta em iOS é a possibilidade de receber notificações web push, o que é um fator decisivo para bastantes clientes. Você pode sempre considerar comunicar com os seus usuários através de SMS como uma alternativa (isto funciona tanto em PWA's iOS como Android), mas se as notificações push clássicas são uma parte vital do seu projeto, você irá definitivamente querer seguir um Nativo.

Funcionalidade em Android - 1 ponto para Nativo & PWA

A integração com Android é tão boa em PWA como é em Nativo. Além do aspeto relativo às notificações push mencionado acima, há outras vantagens oferecidas que infelizmente o iOS não pode comparar ao lado PWA. A Android não poderia ter feito o processo de instalação do PWA na tela principal mais fácil - o que significa que assim que o usuário visita o PWA no navegador do seu Android, é imediatamente solicitado que ele o instale no seu ecrã principal (no formato de um popup) para mais tarde acessar rapidamente. Apesar de também ser possível instalar um PWA na tela principal de um dispositivo iOS, o usuário não recebe nenhuma indicação óbvia de que isso é uma opção, muito menos instruções sobre como o fazer. Por fim, Service Workers funcionam em todos os navegadores executados em Android, enquanto que os usuários iOS apenas podem beneficiar deles quando utilizam Safari.

Recursos de Geolocalização - 1 ponto para Nativo

Os recursos disponíveis em Nativo e PWA são quase os mesmos, com exceção de geofences e beacons, que infelizmente não são suportados nos PWA. Geofences e beacons são ferramentas usadas para notificações baseadas em localização, populares em muitos projetos diferentes. Com os PWA, você ainda tem a opção de enviar notificações push (em Android) com base em critérios segmentados, como país ou cidade do usuário, mas se o que você precisa é de comunicar com seus usuários em um horário e local específicos, você deve aproveitar-se desta tecnologia disponível apenas em aplicativos nativos.

Descoberta - 1 ponto para PWA

Se o seu projeto ou negócio ainda não é muito conhecido, o SEO servirá como uma ferramenta extremamente valiosa que permitirá que usuários e potenciais clientes o descubram. SEO só pode ser aproveitado quando se trata de PWA, uma vez que eles são encontrados a partir de consultas através de motores de busca. O ASO (App Store Optimization) também existe para aplicativos nativos, mas não é tão poderoso quanto o SEO clássico da web, o que pode gerar tráfego valioso para o seu PWA a partir de consultas de cauda longa de motores de pesquisa.

Esforço necessário para aceder - 1 ponto para PWA

Um ponto importante a ser considerado quando lança um aplicativo pela primeira para o seu projeto é 1) quão disponíveis para participar acredita que os seus usuários/potenciais usuários estejam e 2) qual a proporção de necessidade do seu conteúdo para o tempo e o esforço que os usuários desejam colocar para chegar a ele.

Por exemplo, se você tem um restaurante e o objetivo principal do seu aplicativo é exibir um menu e fazer reservas, você acredita que o curso de ação de seus potenciais clientes para visualizar seu menu é ir a uma loja de aplicativos e fazer o download de algo para os seus dispositivos? É muito mais provável que eles façam uma consulta rápida no motor de pesquisa para evitar desperdiçar tempo e espaço de armazenamento. No caso de clientes recorrentes que têm uma necessidade frequente de visitar seu aplicativo, um PWA sempre pode ser adicionado à tela inicial do dispositivo para acesso instantâneo.

Definitivamente, há alguns projetos em que a base de usuários não hesitará em gastar seu tempo e espaço de armazenamento em um aplicativo nativo, mas se você ainda estiver a tentar identificar os padrões de comportamento do seu público, um PWA é uma boa maneira de testar as águas antes de mergulhar e perder potenciais visitantes.

Amplificação - 1 ponto para Nativo

Embora muitas vezes enfatizemos como é fácil descobrir o PWA, não há dúvida de que a oportunidade de amplificação é maior no nativo. Se o seu aplicativo conseguir destaque nas lojas, você terá a chance de ganhar instantaneamente uma quantidade enorme de atenção e usuários. Não existe um equivalente real a esses “15 minutos de fama” no mundo dos PWA.
 

Descriminação de dispositivos - 1 ponto para PWA

Escolher Nativo limita seu público pela simples razão de que eles devem usar um de dois tipos padrão de dispositivos móveis. Embora a população esteja diminuindo, os usuários do Windows e do Blackberry são esquecidos e, mais importante, os usuários de desktop (uma população que está aqui para ficar) também são ignorados. Como os PWA são executados em um navegador, eles garantem que 100% das pessoas que têm acesso a essa ferramenta universal tenham a oportunidade de acessar seu conteúdo.

Burocracia - 1 ponto para PWA

Por último mas não menos importante. Publicar um aplicativo nativo significa concordar em cumprir e seguir as regulamentações de terceiros, avaliações e taxas. A publicação inicial do aplicativo exigirá que você passe pelos "padrões" definidos pelas lojas de aplicativos em termos de qualidade de design, código e, o mais importante, conteúdo (se algum conteúdo do aplicativo não estiver alinhado com a imagem/cultura da loja, eles podem se recusar a publicar seu aplicativo). Isso também é válido para o futuro do seu aplicativo, o que significa que, se você tentar atualizar o seu aplicativo e alguém não concordar, estará sujeito a ser expulso dessa loja a qualquer momento.

Além disso, há taxas associadas à presença em lojas que não existem ao publicar na Web (como contas de desenvolvedores e taxas de revisão). O vencedor claro em termos de custo e aborrecimento aqui é o PWA, com seu processo de publicação instantânea, praticamente sem custo e sem escrutínio.

Criar um PWA ou um app Nativo?
Com toda a justiça, nenhum é globalmente melhor que o outro. Os PWA são mais adequados para determinados projetos do que os aplicativos nativos e vice-versa. Se você está indeciso entre os dois, por que não fazer um de cada um? Todos os planos nativos da GoodBarber incluem também a versão PWA do aplicativo, portanto, se você pode ter as duas versões do seu aplicativo sem qualquer trabalho extra, por que não optar pelo melhor dos dois mundos?



Insira seu endereço de e-mail