Criando aplicativos e recebendo feedback: você sabe quando e como fazer?

Escrito por Sexta-feira 4 Novembro 2016

Criando aplicativos e recebendo feedback: você sabe quando e como fazer?
Histórias de sucesso inspiradoras são incríveis. No entanto, com as redes sociais em particular, a exposição ao que outras pessoas estão fazendo é constante, a um ponto em que quase dificulta a busca por nossos próprios objetivos. Tendemos a valorizar tanto a figura empresarial que nos esquecemos de como muitas vezes há uma equipe por trás de todas as grandes realizações pessoais, seja o apoio da família e amigos ou, por outro lado, vibrações negativas e falta de apoio que motivam de maneiras completamente diferentes. Tudo isso para dizer que "nenhum homem é uma ilha", e está é a razão pela qual enfatizamos tanto a importância de obter feedback desde cedo, mesmo antes de começar com a criação de seu Beautiful app.

Por que é assim? Simplesmente porque é impossível se distanciar o suficiente de seu projeto, uma vez que você está imerso nele. Dessa forma, muitas vezes acontece de você ver apenas os pontos positivos, ou pior ainda, apenas os contras do seu projeto. Nesse momento que o ponto de vista de quem não esteja envolvido na criação se torna tão valioso. Não necessariamente precisa ser o feedback de um especialista, afinal, uma vez que seu aplicativo esteja publicado nas lojas, ele estará disponível para o público em geral (com exceção de aplicativos internos ou alguns nichos de mercado), razão pela qual a opinião dos novatos pode ser especialmente construtiva. Fazendo isso, você poderá encontrar erros básicos e focar nas melhorias da experiência do usuário. Lembre-se sempre disso: se para você, o propósito e o uso de seu aplicativo é evidente, para as outras pessoas isso pode ser percebido de forma completamente diferente.

É claro, é sempre bom praticar a autocrítica antes de enviar seu projeto à opinião externa, com perguntas como:
  • O meu conceito está atendendo a uma necessidade real?
  • O meu conceito é suficientemente intuitivo?
  • O meu conceito é bastante diferente?
  • O meu conceito é eficiente em termos de custos?
  • Meu objetivo é claro o suficiente?
Esse debate consigo mesmo é importante nos estágios iniciais da definição do conceito, no sentido que permite que sua criatividade seja praticada livremente, antes que comentários negativos estraguem a diversão para você! Para evitar de desistir diante das críticas ou adversidades neste quesito (e os contratempos vão acontecer ao longo do caminho), recomendamos apresentar seu projeto para pessoas que não o conheçam, mas apenas quando o seu conceito esteja sólido o suficiente e quando você tem as respostas para as perguntas mais perturbadoras. Só então a crítica pode se tornar construtiva e desempenhar o seu papel: ajudar a melhorar o seu conceito.

A idéia não é voltar atrás, mas sim ter certeza de que você está indo na direção certa antes de investir muito tempo (e possivelmente dinheiro) em um conceito que poderia ser melhor refinado.

O que perguntar quando você estiver pronto para receber feedback?

Primeiro, você deve considerar o formato. Certamente, você já recebeu formulários de antigos colegas de turma e amigos, ou mesmo familiares, coletando informações sobre um determinado assunto. Bem, agora é a sua vez de assumir esse papel. Com muitas ferramentas on-line à sua disposição, como o Google Forms, nunca foi tão fácil organizar esse processo. Você também pode esquecer o digital por um segundo e testar as reações das pessoas ao usar seu aplicativo, pessoalmente. É a maneira perfeita de ver em primeira mão como alguns elementos do seu app podem precisar de ajuste, o modo de navegação, por exemplo. Para mais informações: consulte as 5 dicas de expert para o design de aplicativos mobile.

Além disso, faça este outro teste: realize as mesmas perguntas sobre o conceito que você respondeu anteriormente. Se a resposta não for clara, dê uma segunda olhada nestes aspectos andes de continuar:
  • O meu conceito está atendendo a uma necessidade real?
    Você baixaria este aplicativo ou talvez recomendaria para um público específico?
     
  • O meu conceito é suficientemente intuitivo?
    Você entendeu rapidamente / intuitivamente sobre o que é o aplicativo.
     
  • O meu conceito é bastante diferente?
    O meu conceito soa familiar (faz lembrar de algum aplicativo existente) ou, ao contrário, é inovador e criativo o suficiente?
     
  • O meu conceito é eficiente em termos de custos?
    Você estaria disposto a pagar para fazer o download de um aplicativo como este? Você acha que anunciantes teriam interesse no meu conceito se eu quiser monetizar através da publicidade?
     
  •  Meu objetivo é claro o suficiente?
    Se você tivesse que resumir em poucas palavras o que você deseja nesse aplicativo, o que você diria? (Conquistar mais clientes, ganhar notoriedade, tornar a vida dos meus clientes mais fácil...)
 
Se esta crítica (construtiva) lhe deu motivação e confiança suficiente, você pode ir para a próxima etapa e enviar seu aplicativo para beta testers. Novamente, use as ferramentas que estão disponíveis online, plataformas como o Test Flight, que permite adicionar até 1000 usuários. Esta etapa pode ser muito benéfica se o seu aplicativo for o aspecto principal da estratégia do seu negócio ou se estiver iniciando uma nova marca que esteja completamente ligada ao app!

Que erros erros você deve evitar?

No início desse artigo, mencionamos histórias de sucesso. Sim, elas são muito motivacionais, mas estaríamos equivocados ao não falar sobre o outro lado da moeda... Isto é, os estudos de caso de aplicativos que não conseguiram ser bem sucedidos. Aprender com (seus) erros é, às vezes, a melhor maneira de evitar com que se repitam. Se você conhece alguém que tenha uma trajetória parecida, use essa experiência como um exemplo para aprender o que funciona e também o que não funciona.

Naturalmente, é importante permanecer fiel à sua visão ao longo do caminho. Realize as comparações quando necessário e trace paralelos que estejam ligados a aspectos específicos do seu projeto, caso não esteja mais trazendo benefícios, é hora de parar. Empreendedorismo exige muita confiança, por isso não mine o seu potencial e permaneça fiel ao que lhe torna único. Afinal, oferecer uma visão autêntica e idéias genuínas, é a única coisa que as pessoas não podem tirar de você.

Agora, talvez você ainda tenha algumas perguntas antes de embarcar na aventura da criação de aplicativos. Podemos lhe ajudar! Com o conteúdo do nosso e-book Apps for Beginners - Como definir o seu conceito, um guia gratuito para iniciar com tudo no mundo dos apps:

aplicativos para iniciantes



Insira seu endereço de e-mail