4 Marcas que deixei de seguir nas Redes Sociais

Escrito por Sexta-feira 20 Fevereiro 2015

Já não é novo falarmos das estratégias das marcas para aumentar a sua visibilidade. Grande parte delas são geridas para criar programas de fidelidade com o cliente, gerando buzz e, algumas vezes, transformando buzz negativo em algo positivo.

4 Marcas que deixei de seguir nas Redes Sociais
Contudo, o assunto que vos trago hoje não são as histórias de sucesso de marcas nas redes sociais, pelo contrário, quero falar sob a perspectiva de um utilizador relativamente aos comportamentos de algumas marcas que me deixam fora de mim, levando-me ao ponto de a querer banir do meu feed. Quando estes comportamentos são frequentes, existe a possibilidade de se criar um sentimento negativo em relação à marca, mesmo até fora das redes sociais.

Isto acontece muitas vezes comigo e aposto que também já aconteceu contigo. Como tal, acredito que este post seja importante para compreender o impacto que certos comportamentos podem na percepção da tua marca. 

Comecei por fazer por agrupar os comportamentos nas redes sociais que mais me incomodam para assim, vos poder dar uma ideia do que não fazer  nas redes sociais na ótica de negócios.
 

Marca Apática

Para mim, esta é a coisa mais inaceitável que uma marca pode fazer nas redes sociais. Se estás interessado em destacar-te então também tens algum interesse em criar uma ligação com o consumidor correto?

Quando tomo a decisão de seguir uma marca numa rede social, normalmente é porque gosto dessa marca e procuro relacionar-me com ela.  Nada me irrita mais do que lidar com uma marca ausente, que me deixa sem resposta aos comentários que publico. Um dos aspectos mais valiosos de estar nas redes sociais é ter a oportunidade de criar relacionamentos com os clientes: ao descobrir as suas opiniões e responder aos seus comentários.

Mas esta é uma "two way street" pois, nem sempre podes esperar que seja o cliente a dar o primeiro passo e, se tiveres sorte e conseguires alguma interação, é imperativo que retornes com algum feedback para que o user saiba que a sua opinião foi ouvida e levada em conta. Caso contrário, continuará estanque numa relação sem ser correspondido, o que poderá aborrecer o cliente e acredita, ele não vai pensar duas vezes em explorar outros caminhos.   

Interagir com os teus fãs deverá ser o teu foco, por isso, mantêm esta regra sempre presente! Não só porque não queres ser visto como rude, mas também porque este aspecto afecta a imagem da tua marca e a motivação dos users em se querem relacionar contigo. Portanto, lembra-te que deves ser educado e agradável com a tua comunidade - isso não implica muito esforço e pode ser mais benéfico a longo prazo do que possas imaginar. 

 

A Marca Aborrecida

A interatividade não é conseguida apenas através de um diálogo direto. Podes pensar que é impossível agradar-me, mas tens de ter em mente que os teus utilizadores são, provavelmente, ainda mais exigentes. Fora das redes sociais, o que quero acima de tudo é saber mais sobre a marca que acompanho, dar uma olhadela nos bastidores, rir, e até mesmo sentir-me especial caso a marca realmente faça um esforço para me dar um experiência positiva.

Quantas vezes foste decepcionado por uma marca que oferece conteúdo irrelevante e desatualizado? Apesar das redes sociais serem excelentes plataformas  para comunicar promoções e ofertas, isto não é suficiente. É claro que é prático, mas no final, isso realmente adiciona  valor ao negócio?

Eu não sigo uma marca nas redes sociais para ler a mesma informação publicada no site. 

Para que o conteúdo possa ter algum interessante e ser cativante, tem que ser exclusivo. Toda a gente gosta quando uma marca nos dá uma visão dos seus "bastidores" e da rotina da sua equipa uma vez que expressa algum realismo e é até um privilégio que nos permite identificar com eles. Este tipo de publicações permitem fazer o "match" perfeito com os nossos feeds de notícias, com os posts dos nossos amigos e outros rostos conhecidos.

Eu adoro a interatividade e acho que é ótimo quando uma marca me encoraja a envolver-me com ela através de, por exemplo, jogos e concursos, especialmente quando me incluí no seu próprio conteúdo. Apreciações virtuais são uma boa maneira de me tornar um cliente fiel e leal; é possível publicar gifs, animações, ilustrações, ecards ... Ai como eu adoro isso!!! 

Outro ponto fundamental é manter a coerência entre o conteúdo e marca. Por exemplo, se alguém está a acompanhar uma marca de cosméticos, é porque ele ou ela está interessado neste sector e espera obter conteúdo relevante e não apenas informações sobre a evolução do mercado de ações (essa é a idéia!).

A oportunidade que as redes sociais oferecem para humanizar uma marca são cruciais para melhorar as relações com os clientes e criar maior fidelidade. Existem milhões de formas de oferecer conteúdo original e atrativo para os users das redes sociais ... concursos, prémios, fotos nos bastidores, tudo isto podem ser excelentes ideias desde que o conteúdo seja pertinente e exclusivo. Por isso, sê original e surpreende os teus users. 


 

A Marca Preguiçosa

Outro comportamento extremamente irritante nas redes sociais é colar e copiar conteúdo. Existem inúmeras redes sociais e por vezes, as marcas escolhem várias para marcar presença no mundo dAS social network, até aqui tudo bem. O problema ocorre quando as marcas não sabem que o objetivo não é publicar automaticamente o mesmo conteúdo em cada conta onde estão presentes, e confia em mim, isso acontece mais de uma vez....

Todas as redes sociais têm suas próprias características especiais, o que significa que nem todas são alvo do mesmo tipo de consumidor ou têm os mesmos fins. Tenho várias contas em redes sociais diferentes contudo, não tenho o mesmo propósito para todas elas. Caso contrário, qual o objetivo de ter tantas contas? O número de redes sociais está a crescer a passos largos. Se não tens nada para dizer que se foque nas necessidades de cada uma delas, não existe motivo em marcar presença em todas elas. Gostavas que 1 amigo teu te dissesse a mesma coisa, ao longo do dia? Podia ser irritante. 

Quando começo a seguir uma marca nas redes sociais, muitas vezes até com grande potencial e quando a mesma corre para me começar a seguir em outras redes sociais, eu a classifico imediatamente na categoria "chato". Uma pena pois está a desperdiçar um vasto leque de oportunidades de interação nas redes sociais.  Mais uma vez, se marcares presença em várias redes sociais, mas apenas estás a repetir a mesma coisa uma e outra vez, não estás a adicionar valor e sim, a desperdiçar o teu tempo em todas estas plataformas. Só irás irritar o utilizador e não irás dar qualquer valor acrescentado e pior, diminuis a credibilidade da tua marca. 

A Marca Invasiva

Como já percebeste, a atividade da tua marca nas rede sociais deve ser bem planejada estrategicamente, e acima de tudo, deve ser coerente. Como tal, quero concluir a minha lista dos comportamentos irritantes com o pior deles todos e acredito que, pelo menos uma vez, já o vivenciamos: as marcas que publicam qualquer coisa a qualquer hora, em qualquer lugar. Eu refiro-me às marcas que literalmente poluem nosso feeds de notícias, com dezenas de publicações por dia (na maioria das vezes irrelevantes, mas isto nem vale a pena dizer). 

Existem certas regras que deves ter em conta para conseguir alguma credibilidade entre os teus users. O objetivo não é fazer um post de hora em hora para lembrar a todos que a tua marca existe. Chegou o dia em que me cansei de ser invadida por todas estas publicações que não tinham absolutamente nenhum interesse e mais, eles nem se preocupavam em publicar posts nas horas em que eu estava mais disponível para os ler.  Decidi pôr um fim a estas páginas. Por isso tirei poucos minutos da minha vida e excluí essas marcas irritantes do meu feed de notícias, e para ser honesta, não sinto falta deles! Por quê? Mesmo que no início até estivesse interessada em segui-las, estas páginas acabaram por adicionar zero à minha experiência e começaram a irritar-me. 

Publicar de forma abusiva não vai fazer com que os meus fãs se interessem pelo meu site ou produto.  O único resultado deste tipo de comportamento é que a credibilidade da tua marca vai começar a diminuir, os teus fãs irão deixar de ler as tuas publicações (especialmente se não forem pertinentes), e, finalmente, vão deixar de te seguir.

 

Aqui tens, a lista dos piores comportamentos de uma marca nas redes sociais. Espero voltar e atualizar-te de vez em quando! Não te esqueças que há sempre algo que podemos aprender com os erros dos outros, como tal, sê inteligente e tira partido dos erros dos outros para os evitares também :)

Existem algumas marcas que eu adoro que optam por grandes estratégias nas redes sociais. Fica para um próximo post...

Traduzido por Catarina Crespo



Insira seu endereço de e-mail